O Município

Tamarana é região dos índios Kaingangues que até hoje habitam suas terras na Reserva Indígena Apucaraninha. A palavra "tamarana" é um substantivo feminino de origem tupi, que se trata de uma arma, feita de madeira, em forma de clava, com cerca de um metro de comprimento (Dicionário Antonio Houaiss, 2007). Sua origem remonta à lenda de uma princesa indígena guerreira que a empunhava.

O início do povoado marca de 1915 quando o pioneiro Olímpio Moraes ali se estabeleceu e possibilitou a instalação posterior de safristas, iniciando a criação de porcos na região. A cidade nasceu como Patrimônio de São Roque em 1919. O vilarejo de São Roque em 20 de março de 1930 através do Decreto lei n.º 2.713 passou a ser Distrito Judiciário de São Roque que pertencia ao município de Tibagi. No dia 6 de janeiro de 1939, através de Decreto Governamental, o Distrito Judiciário de São Roque foi desmembrado de Tibagi e anexado ao recém-criado município de Londrina.

Em 13 de dezembro de 1995, através da Lei Estadual nº 11.224, Tamarana foi desmembrada de Londrina. Com forte apelo dos moradores, sendo um dos últimos municípios do Estado, foi emancipada.


• Aniversário: 13 de dezembro

• Fundação: 1995 (21 anos)

• Gentílico: Tamaranense

• Prefeito: Roberto Dias Siena (DEM)

• Gestão: (2017-2020)

Prefeitura Municipal de Tamarana
Rua Izaltino José Silvestre, 643
Telefone: (43) 3398-1995 - Tamarana/PR
site@tamarana.pr.gov.br