Construção de novo CMEI em Tamarana está em ritmo acelerado

  Data da Publicação: 18/01/2018
Construção de novo CMEI em Tamarana está em ritmo acelerado

* (Comunicação/PMT)

O prefeito de Tamarana, Beto Siena, e os secretários de Obras, Antonio Manoel Gonçalves (Pombo), e de Educação, Maisa Nakata, vistoriaram nesta quarta-feira (17) a obra de um novo Centro Municipal de Educação Infantil que será instalado entre o Conjunto das Flores e o Jardim Europa. Servidores da Educação e o presidente da Câmara de Vereadores, Tega Fabiano, também participaram da visita.

A construção tem término previsto para maio deste ano. O prédio irá custar R$ 1.267.584,71. Os recursos vêm do Ministério da Educação, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A Prefeitura de Tamarana é responsável por uma contrapartida de R$ 183.649,74. A aquisição de mobiliário (R$ 138.651,74) e brinquedos (R$ 19.937,56) também será feita através do FNDE.

"É uma obra que vem ao encontro do anseio da população, porque a demanda pela educação infantil tem crescido cada vez mais", comentou o prefeito de Tamarana, Beto Siena, que também agradeceu ao deputado federal Alex Canziani por ter intermediado a vinda da unidade para a cidade. "Fiquei surpresa porque, mesmo com as chuvas, houve uma grande evolução da obra", destacou a secretária de Educação do município, Maisa Nakata.

O trabalho é executado pela Nova Construtora, que atualmente mantém sete trabalhadores no local. O coordenador de Obras da empresa, Andreyl Zandonadi, informou que, se os repasses do governo federal continuarem em dia, a construção seguirá em ritmo célere. "A chuva tem atrapalhado um pouco, mas agora a obra está entrando na fase final, que é de acabamento e limpeza. Em [um prazo de] 30 a 45 dias, pretendo começar a pintura externa", projetou ele.

O contrato com a empreiteira foi assinado em maio de 2016, porém, de acordo com o próprio coordenador de Obras, foi a partir de 2017 que a iniciativa ingressou no ritmo adequado, já que, anteriormente, o sistema do FNDE não era alimentado como deveria e, por isso, havia atraso na liberação de verbas por parte do governo federal. "Quando o Beto assumiu [como prefeito de Tamarana], a obra mudou completamente e começou a ter um bom andamento", afirmou Andreyl Zandonadi.

Serão seis salas de aula na unidade com capacidade para atender até 188 alunos de zero a cinco anos em turnos parciais ou 94 em período integral. Conforme a secretária de Educação, o novo CMEI dará conta da maior parte da demanda dos munícipes por vagas na educação infantil – principalmente em relação ao público formado por crianças de quatro e cinco anos. Pela estimativa da secretaria, as atividades têm início a partir de 2019.

Volta às aulas  –  Enquanto isso, a Educação se prepara para a volta às aulas na rede municipal de ensino de Tamarana, que está marcada para cinco de fevereiro. "Já estamos trabalhando intensamente na secretaria desde o dia oito de janeiro, porque temos vários projetos para desenvolver no município", contou Maisa Nakata.

As secretarias das escolas reiniciarão suas atividades em 22 de janeiro. Já os professores retornarão ao trabalho uma semana depois, no dia 29. "Na volta às aulas, o transporte escolar já vai estar correndo normalmente. Nessas primeiras semanas, temos feito a manutenção nos ônibus do município para oferecer um transporte de ainda melhor qualidade e segurança para os estudantes de Tamarana", assegurou a secretária de Educação.