Reunião debate políticas públicas para crianças e adolescentes

  Data da Publicação: 01/05/2018
Reunião debate políticas públicas para crianças e adolescentes

* Leonardo Nogueira da Silva destacou que Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente tem papel fundamental na área (Comunicação/PMT)

O planejamento e a execução de políticas públicas conjuntas para crianças e adolescentes de Tamarana estiveram em foco durante reunião de membros de órgãos públicos e entidades do município com o promotor de justiça Leonardo Nogueira da Silva, da 1ª Vara da Infância e Juventude de Londrina.

Participaram do encontro representantes das secretarias de Assistência Social, Educação e Saúde; do Centro de Referência de Assistência Social (Cras); do Serviço Especializado de Assistência Social (Seas); da Casa Lar; da Apae e da Associação Missionária Educativa de Santa Ana (Centro de Educação Infantil Vinde a Mim e Projeto Solipar). A agenda ocorreu em dois de abril, nas dependências do CEI Vinde a Mim.

Para o promotor de justiça, reuniões como essa são importantes para que o trabalho conjunto entre os entes envolvidos com a infância e adolescência seja executado de modo mais bem sincronizado. "Articulação de estratégias pelo município, famílias e sociedade civil é a palavra-chave, porque, assim, é possível detectar demandas e implementar soluções efetivas", afirmou Leonardo Nogueira da Silva.

"Por se tratar de uma cidade de pequeno porte, a estrutura de atendimento em Tamarana ainda não é grande, mas a demanda das famílias tem aumentado. Então, é preciso que o município veja quais são as prioridades na infância e juventude para criar políticas e programas para a área", observou o membro do Ministério Público Estadual.

Conforme a secretária de Assistência Social do município, Dora Barison, é possível superar desafios para que a articulação se faça mais presente no cotidiano dessa área. "Serviços prestados pelas três secretarias [de Assistência Social, Educação e Saúde] podem ser melhorados por meio da troca de experiências entre os servidores e através de ajustes no dia a dia de trabalho, em uma agenda comum aos órgãos".

"Hoje em dia, os usuários da Assistência Social de Tamarana têm acesso a cestas básicas, são inscritos em programas de transferência de renda, conseguem descontos nas tarifas de água e luz, mas ainda há outros aspectos que precisam ser supridos. Entre eles, aumentar a oferta de vagas na educação infantil, oferecer oportunidades de formação educacional e incentivar a geração de emprego e renda", exemplificou Dora Barison.

CMCDA – A titular da Assistência Social também destacou que o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente tem grande poder de decisão, já que o CMDCA possui entre suas principais atribuições a elaboração de políticas públicas para a área. O promotor de justiça Leonardo Nogueira da Silva completou ao ressaltar o papel fundamental do trabalho do grupo. "São as reuniões do CMDCA que debatem as carências do município a respeito da infância e juventude e, nesses encontros, podem surgir encaminhamentos para o poder público atender essas necessidades", disse.

 

Lucas Marcondes Araújo - Comunicação/PMT