VACINAÇÃO CONTRA COVID EM TAMARANA: PERGUNTAS E RESPOSTAS

  Data da Publicação: 02/02/2021
VACINAÇÃO  CONTRA COVID EM TAMARANA: PERGUNTAS E RESPOSTAS

*

VACINAÇÃO  CONTRA COVID EM TAMARANA: PERGUNTAS E RESPOSTAS

A Prefeitura de Tamarana publicou nesta sexta -feira (29/01/2021) uma cartilha com as principais dúvidas sobre o início da vacinação contra a Covid-19 na capital do Paraná. Confira:

1-Quando começa a vacinação?

R: A vacinação começou  exatamente  na mesma data que recebemos as doses de vacina aqui no município de Tamarana . Isso foi,  a 1º remessa no dia  20/01/2021. A Vacina  recebida  foi da CoronaVac (Instituto Butantan). No dia 24/01 Tamarana foi contemplada com  mais uma remessa de vacinas para dar continuidade na  vacinação do  publico alvo( aqueles que atendem os critérios do escalonamento  conforme o informe técnico da vacina Ministério da Saúde).   Nesta data , recebemos as vacinas dos AstraZeneca (Fiocruz) CoronaVac (Instituto Butantan).

 2-A vacina será gratuita?

R: Sim, pois será aplicada apenas pelo Sistema Único de Saúde ;Isto é ,neste momento.

3-A vacinação acontecerá ao mesmo tempo para todos os cidadãos?
R: Não, já que não há disponibilidade de vacinas no mercado mundial. A imunização vai ocorrer de forma gradativa, por fases, e de acordo com a disponibilidade da vacina, até atingir toda a população. Os grupos mais expostos ao risco do contágio serão os primeiros a serem vacinados – e assim sucessivamente.

4-Como acontecerá a vacinação em Tamarana?
R: O Plano Municipal de Vacinação  deste município  segue as orientações do Ministério da Saúde e do Programa Nacional de Vacinação –SI-PNI. Conta com fases  serem vacinadas, priorizando por ordem de  escalonamento  ;População mais vulnerável e exposta ao risco de contaminação do novo coronavírus.

5-Quem faz parte da primeira fase da Vacinação ?

 R: Conforme já determinado através do informe técnico desta Campanha- Oriundo de determinação do  Ministério da Saúde, a ordem de vacinação será: Trabalhadores vacinadores/aplicadores da vacina contra a COVID-19.

2. Trabalhadores de Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI).

3. Trabalhadores de hospitais e serviços de urgência e emergência (UPA, SAMU, SIATE), de referência* COVID-19, Clínicas de Diálise, Serviços de Oncologia:

3.1 Trabalhadores que atuam na assistência direta a paciente COVID-19;

3.2 Trabalhadores de apoio/suporte ao paciente e à equipe que atende COVID-19 (motorista, laboratório, imagem, limpeza, nutrição, entre outros);

3.3 Trabalhadores que atuam em Clínicas de Diálise e Serviços de Oncologia, devido ao risco de transmissão do vírus aos pacientes;

3.4 Trabalhadores em geral, exceto de áreas administrativas.

* Serviço de saúde que presta atendimento à paciente COVID-19.

4. Trabalhadores de Centros de Atendimento à COVID-19.

5. Trabalhadores da Atenção Primária à Saúde (APS) e de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS).

6. Trabalhadores de laboratórios que coletam ambulatorialmente e processam testes/exames laboratoriais para a COVID-19.

7. Trabalhadores dos demais serviços de Urgência e Emergência, como os Pronto Atendimento (PA) que não são referência para COVID-19 e de hemocentros.

8. Trabalhadores que atuam na Vigilância em Saúde que desenvolvem atividades de campo relacionadas à COVID-19.

9. Trabalhadores dos demais serviços ambulatoriais e hospitalares, trabalhadores atuantes em farmácias, em sistema funerário que tenham contato com cadáveres potencialmente contaminados (COVID-19), cuidadores domiciliares, doulas, e trabalhadores atuantes em áreas administrativas, inclusive da gerência e gestão da saúde.

6- Quem faz parte da  fase da Vacinação ?

Pessoas a partir de 80 anos

Pessoas de 75 a 79 anos

Pessoas entre 70 a 74 anos

Pessoas entre 65 a 69

Pessoas entre 60 a 64 anos

Funcionário e População Privada de Liberdade com comorbidade

7- Quem faz parte das 3º  ou próximas etapas de Vacinação?

Pessoas em Situação de Rua

Trabalhadores de Força de Segurança e Salvamento

Comorbidades( Doença Cronica)

Trabalhadores Educacionais e da Assistência Social (CRAS, CREASSREAS, Casas / CREAS/ Unidades de Acolhimento)

Pessoas com Deficiência Institucionalizadas

Pessoas com Deficiência Permanente Severa

Quilombolas, Povos e Comunidades Tradicionais Ribeirinhas

Caminhoneiros

Trabalhadores do Transporte Coletivo Rodoviário e Ferroviário

Trabalhadores de Transporte Aéreo

Trabalhadores Portuários

População Privada de Liberdade (exceto trabalhadores de saúde e segurança)

Ciente que ,o Ministério da Saúde e o programa de Imunização SI-PNI tem autonomia de alterar o escalonamento a qualquer hipótese  que estes acharem  por necessário.

 8- Quais Local  que foram aplicadas as vacinas ?

R: Por se tratar de uma pandemia e de uma vacina nova, nesta primeira fase as parte da vacinação foi realizada  nas parte destas foram realizadas em uma repartição ampla do Hospital São Francisco- . Posteriormente, obedecendo os ainda rigorosamente os  critérios de aglomeração  as demais vacinas para os contemplados(SAUDE) forma vacinados na Unidade Básica de Saúde Plínio Pereira de Araújo –PPA . As vacinas do Asilo São Roque foi organizada através da Enfermeira responsável por aquela área de abrangência e lá foram vacinados os funcionários e os institucionalizados. A vacinação da Reserva Indígena acontece de extra –muro na própria aldeia Indígena- coordenada através da Enfermeira responsável por aquela população.

9-Quando for aberta a vacinação para os próximo grupos, como será organizado essa vacinação?

R: Priorizamos a organização mantendo os critérios recomendados de distanciamento. Neste caso, o município de Tamarana é organizado para atendimento de toda a população, isso é 100% deste munícipes através de equipes Saúde da Família. Estas tem a condição de mensurar todos os indivíduos com idades , endereços e outros. Para aqueles acamados será feito a vacinação na casa e os demais já estamos organizando um espaço bastante amplo em parceria com uma secretaria municipal desta mesma Prefeitura.

10- Como será o agendamento da vacina?

R: Segue de encontro com a resposta acima, havendo este serviço das Equipes Saúde da Família, temos os Agentes Comunitários de Saúde que são de extrema grandiosidade para elevar nosso trabalho na saúde. São eles nosso intermédio de informações. Os agente de Saúde são profissionais de extrema importância inclusive em parceria com a enfermeira nestas organizações.Visto que as orientações de como proceder essa parceria é da coordenação da vacina Municipal e Secretaria Municipal de Saúde.

11-Posso agendar minha vacina no aplicativo Saúde Já?
R: Ouve se falar no agendamento pelo aplicativo, no entanto ainda não temos essa orientação como proceder. Se este serviço será exclusivo para grandes cidades ou outros. Se neste município proceder também desta forma, a população será informada através dos requisitos que esta secretaria de Saúde possui. Rádio, Agente Comunitário, Comunicação na  página da Prefeitura de Tamarana e outros.

 
12-As pessoas são obrigadas a tomar a vacina?

R: Por enquanto não há recomendações de obrigatoriedade. Portanto somos (saúde) os responsáveis de  explicar os fatos coerentes com este insumo, temos ciência que vacina salva vida!! Muito provável como já é de prática  na sala de vacina  que quando há uma recusa de vacinação o responsável ou o próprio indivíduo assina o termo de recusa.

13- O que acontece se a pessoa não puder comparecer na data agendada?

R: Muito provável que a enfermeira ou  Agente de Saúde fará contato com este indivíduo certificando a razão e posteriormente agendando a nova data para que este receba a vacinação.
 

-PROFISSIONAIS DE SAÚDE

14-Profissionais de saúde que trabalham em Tamarana , mas moram em outra cidade, terão direito à vacina?

R; Sim. A secretaria Municipal de Saúde  tem a relação do quantitativo de profissionais desta secretaria e nosso intuito é imunizar 100% deste público .

 

15- Profissional de saúde que mora em Tamarana, mas trabalha em outra cidade, terá direito a vacina?

R: O/a profissional deverá ser incluído/a no cronograma do município onde tem o seu vínculo trabalhista. Caso isso não ocorra, entrará na listagem de Tamarana  de acordo com seu grupo de prioridade.

 

PRIMEIRA FASE

15-Quantos serão imunizados nessa primeira fase?

R: A estimativa é vacinar 160  servidores desta secretaria Municipal e Saúde

16-Dentro da primeira fase haverá grupos prioritários?
R: Sim,  vacinação em  todas as fases seguirão uma ordem de prioridade: primeiro sempre os que são mais expostos ao risco de contágio



17-Quem serão as primeiras pessoas a serem vacinadas?
R: As equipes de vacinadores da cidade, ou seja, os profissionais da saúde responsáveis por aplicar as vacinas na população. Depois, os idosos moradores de instituições de longa permanência, trabalhadores de saúde que estão na linha de frente da covid-19, além dos indígenas .

 

18-Qual a sequência de vacinação para dos profissionais de saúde?
R: Os primeiros a serem vacinados serão  equipes que trabalham nas alas covid-19 dos hospital  no atendimento  de paciente suspeito ou confirmado para covid. São estes os números de 85 profissionais entre( Samu, Enfermagem, Médicos,Recepção, Motorista, Rx, Serviço gerais).


 

SOBRE AS VACINAS

19-Posso escolher qual vacina vou tomar: Coronavac, Oxford/Astrazeneca ou outra que venha a ser aprovada pela Anvisa?
R: Não. A princípio, o Brasil tem duas vacinas aprovadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária): CoronaVac (Instituto Butantan) e AztraZeneca (Fiocruz). A primeira etapa  Tamarana recebeu vacina Butantan  Coronavac, posterior recebemos AztraZeneca.

20- Posso receber a primeira dose de um laboratório e a segunda dose de outro laboratório? Como será esse controle?
R: Não.  É  recomendado que a 2º dose seja vacinado com o mesmo laboratório que o indivíduo recebeu a 1º dose. Pois não há estudos no mundo caso não seja seguido essa ordem não haverá resposta com imunidade  satisfatória desta vacinação .
Todas pessoas vacinadas terão  rastreabilidade do imunizante aplicado (qual laboratório, lote, etc..). Essas informações constarão na carteira de vacinação. As vacinadoras já estão bastante orientadas que os  registros no cartão vacinal deverá constar estas  peculiaridades  mencionadas acima.

21-A segunda dose deverá ser aplicada quanto tempo depois da primeira?
R: Depende da orientação de cada fabricante. De qualquer forma, o/a cidadão/ã será informado no ato da vacina quando será a sua 2º dose. Também temos controle de todos os vacinados, ainda que estes números excedam nossa expectativas o sistema o qual registramos + a planilha de vacinados ali constam todas essas informações

22-A imunização começa a fazer efeito quanto tempo depois de aplicada a vacina?

R:  Depende de cada vacina, mas em geral, para fazer efeito um imunizante leva no mínimo 3 semanas.

23-Quanto tempo dura a imunização?

R:Ainda não se sabe. As vacinas aplicadas no mundo todo são ainda de caráter emergencial. Para determinar a eficácia de duração dos imunizantes é preciso o acompanhamento por meio de pesquisas, dos vários grupos vacinados.

24_ Com a vacina, é possível flexibilizar as medidas de precaução da doença?
R:Não. O uso de máscaras, distanciamento social, higiene das mãos são medidas necessárias mesmo após a vacina. Ainda estamos muito longe da possibilidade de relaxamento pessoal, que avançará na medida em que a vacinação seja ampliada para todos os grupos.

Uma pessoa vacinada – ou que já tenha contraído o novo coronavírus – continua sendo um agente de transmissão da covid-19.

Além disso, a vacinação completa da população ainda levará muitos meses.

 

25-Para quem não é indicada a aplicação da vacina?
R: Gestantes e menores de 18 anos (mas o limite de faixa etária pode variar de acordo com a vacina que vier a ser aprovada), principalmente. Isso porque ainda não é possível estabelecer uma lista completa de contraindicações, já que o uso aprovado é emergencial e os ensaios clínicos estão em andamento, bem como os critérios de  exclusão.Caso a gestante insista em receber a vacinação é necessário esta apresentar uma carta formal com indicação médica responsabilizando se assim houver conseqüências.

FONTE: SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE