Acessibilidade

Para promover acessibilidade é necessário romper as barreiras que impedem a pessoa com deficiência de participar de atividades ou de utilizar produtos, serviços e informações.

Ao acessarem o computador, as pessoas cegas ou com baixa visão, surdas ou com baixa audição, transtorno do espectro autista (TEA), deficiência intelectual geralmente necessitam de algumas adaptações ou recursos para que o sistema se torne mais acessível. A ampliação da fonte e dos ícones, ampliação do ponteiro do mouse, leitura de tela, ajuste de contraste, design responsivo e interpretação em Libras são fundamentais para que todas as pessoas com deficiência tenham uma boa compreensão de todo o conteúdo.

O porta da PMT possui acessibilidade e conta com os seguintes recursos, de acordo com aos padrões estabelecidos pela Word Wide Web Consortiun (W3C) - que agrega empresas, órgãos governamentais e organizações independentes com a finalidade de estabelecer padrões para a criação e a interpretação de conteúdos para a Web:

 

1 - Contraste: o portal possibilita a alteração do contraste para facilitar o acesso a pessoas com baixa visão ou daltônicas. Atalho para ajustar o contraste:

Ctrl Shift *  = Ativa o contraste;


2 - Aumentar a fonte: as pessoas com baixa visão ou demais dificuldades poderão aumentar a fonte do portal no atalho:

Ctrl Shift + =  Aumentar a fonte do portal;

Ctrl Shift - = Retorna para a fonte original.


3 – Design responsivo: refere-se à forma como o layout e as funcionalidades se adaptam nos diversos dispositivos de acesso


4 – Leitor de tela: usado principalmente por pessoas com deficiência visual. Mas também pode facilitar a compreensão para pessoas com dislexia ou deficiência intelectual. O programa, interagindo com o sistema operacional do computador, captura as informações apresentadas na forma de texto e as transforma em uma resposta falada através de um sintetizador de voz.

O leitor de telas varre os programas em busca de informações que podem ser lidas para o usuário, possibilitando a navegação por menus, janelas e textos presentes em praticamente qualquer aplicativo.


5 – Libras: o portal utiliza o Vlibras, um recurso que traduz todo conteúdo em formato digital para a língua brasileira de sinais (LIBRAS). Tornando assim, todos os conteúdos acessíveis para pessoas com deficiência auditiva.

Download: http://www.vlibras.gov.br/